Você sabe como surgiram os travesseiros? Conheça a história


Com o passar dos anos, diversos tipos de encostos fizeram parte da história dos travesseiros. Feitos de materiais diversos, como pedras, madeiras e demais tipos de rochas, eram utilizados antes de surgir os enchimentos macios e confortáveis que utilizamos atualmente.

Tudo começou na Mesopotâmia…

Apesar de não se saber ao certo como que os seres humanos dormiam no início dos tempos, porém, pesquisadores da Universidade de Witwatersrand, na África do Sul, encontraram evidências de uma pequena esteira feira de plantas, utilizada há pelo menos 70 mil anos. Segundo eles, seria o mais antigo vestígio de uma cama já encontrado, porém, não se sabe se algo similar a um travesseiro era utilizado.

LEIA TAMBÉM | ENTENDA COMO PREVENIR A DOR NO PESCOÇO AO DORMIR

Enquanto isso, a história dos travesseiros começa oficialmente a 9 mil anos atrás, na região da Mesopotâmia, aonde atualmente é o Iraque. Na época, travesseiros eram feitos de pedra e possuíam uma superfície côncava, em forma de meia lua, aonde provavelmente a cabeça repousava. Inclusive, no Antigo Testamento da Bíblia, em Gênesis, Jacó diz que, ao chegar em Hará, parou e pernoitou, “tomando uma das pedras como travesseiro e deitou-se”.

Travesseiro de madeira no Egito. Fonte: antigoegito.org

Travesseiro de madeira no Egito. Fonte: antigoegito.org

ENTRE PEDRAS E MADEIRAS, AS PLUMAS

Leia também | Conheça as vantagens e desvantagens de 6 tipos de travesseiros

O intuito, a princípio, era levantar a cabeça da pessoa para que ela não ficasse na mesma altura do chão para evitar que insetos alcançassem o rosto e entrassem pela boca, olhos e nariz. Inclusive, essa mesma preocupação também foi constatada na primeira cama, aquela encontrada na África do Sul. Segundo os pesquisadores, uma das plantas utilizadas para confeccionar a esteira possuía componentes químicos capazes de afastar e até matar insetos.

Travesseiro chinês. Foto: chinaculture.org

E esse formato de travesseiro côncavo existiu em vários cantos do globo. No Egito, os encostos mais antigos eram feitos de madeira e datam-se +2 mil anos antes de Cristo. Na China, o material mais difundido entre a população era feito de porcelana, por volta do ano 700 d.C. Mas foi só na Grécia e na Roma antiga que surgiram as primeiras evidências de travesseiros estofados, mais confortáveis e práticos de utilizar. Na Idade Média, os travesseiros estofados com palhas ou plumas eram utilizados, porém, eram associados à uma imagem de fragilidade ou fraqueza. Foi apenas a partir da Revolução Industrial que a indústria têxtil progrediu e popularizou este material, fazendo surgir também as almofadas decorativas, que também representavam status e poder.

– Fonte: Nexo Jornal.

Anterior Conheça as vantagens de utilizar um protetor de colchão impermeável na sua cama
Próximo Dor no pescoço e na cabeça? Cuidado, pode ser o travesseiro inadequado

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *