Qualidade do sono X Bem-estar: entenda essa relação necessária!


Sabe aquela sensação de cansaço e indisposição percebida após uma noite mal dormida? Isso é um sinal de que o seu corpo está no limite.

A qualidade do sono está totalmente ligada à qualidade de vida e ao bem-estar. Quer saber como se dá essa importante relação? Continue a leitura e entenda!

A importância de ter uma boa qualidade do sono

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, dormir bem não deve ser um privilégio ou algo supérfluo. A qualidade do sono é fundamental para a manutenção da saúde, sendo tão importante para o bem-estar quanto a alimentação balanceada ou a prática de atividades físicas.

Uma pesquisa do Instituto de Pesquisa e Orientação da Mente, publicada em 2013, mostrou que 69% dos brasileiros com idade entre 20 e 60 anos considera a qualidade do seu sono ruim ou insatisfatória. Esse dado é bastante preocupante, pois a má qualidade do sono está diretamente relacionada ao desenvolvimento de doenças crônicas.

Dormir mal é um fator de risco para o desenvolvimento da diabetes tipo 2, por exemplo. Isso acontece porque é durante o sono que o organismo estabiliza os índices glicêmicos. Quando o indivíduo não dorme bem, pode sofrer com o descontrole do nível de glicose.

Além disso, a dificuldade para dormir durante a noite pode gerar um estado de estresse no organismo, que tende a aumentar a atividade de adrenalina no corpo. Em médio e longo prazo, esse problema pode levar a quadros de hipertensão.

Noites mal dormidas ainda podem prejudicar o humor, acelerar o envelhecimento, gerar crises de ansiedade, enfraquecer a imunidade, afetar a memória e causar ganho de peso.

Serotonina e qualidade do sono

A serotonina é um neurotransmissor que exerce inúmeras funções importantes para a saúde e a qualidade de vida, como regular a temperatura, o humor, os batimentos cardíacos, o apetite e o sono.

Quando a concentração de serotonina do corpo está baixa, podem surgir sintomas como irritabilidade, apetite excessivo, dificuldade de concentração, sonolência durante o dia e, principalmente, insônia durante a noite.

Para evitar esse problema, é possível adotar hábitos que ajudam a aumentar os níveis de serotonina na corrente sanguínea. A dica é praticar atividades físicas regularmente e adotar uma dieta saudável, com alimentos ricos em triptofano, como banana, abacaxi, castanha do Pará, derivados de leite e cereais integrais.

Fique sempre atualizado!
Fique sempre atualizado!

A relação do sono com o bem-estar das crianças

O sono é extremamente importante para o desenvolvimento dos pequenos, pois, além de auxiliar no progresso intelectual, é durante esse período que o organismo libera os hormônios do crescimento.

Por isso, é importante que os bebês e as crianças tenham uma boa qualidade de sono. Infelizmente, de acordo com uma pesquisa realizada pela revista Crescer, 91% das crianças entre 1 e 2 anos não dormem a quantia recomendada pelos pediatras.

É fundamental que os pais garantam a segurança e o conforto dos seus filhos durante o sono. Além disso, o pediatra deve ser informado sobre qualquer alteração que ocorra na qualidade do sono da criança.

5 dicas práticas para melhorar a qualidade do sono

Alguns hábitos simples podem ser bastante eficazes para dormir bem e, assim, melhorar a qualidade de vida. Confira nossa lista:

  • adote uma rotina com horários fixos para dormir;
  • evite o consumo de alimentos gordurosos ou estimulantes durante a noite, como frituras, café, chá preto ou refrigerante de cola;
  • invista no seu conforto, escolha um colchão confortável e o travesseiro correto;
  • desligue a TV e o celular pelo menos 30 minutos antes de se deitar;
  • tome um banho relaxante e leia um livro antes de se deitar.

Agora que você já sabe qual é a relação entre sono e bem-estar, adote boas práticas e invista na sua qualidade de vida!

Você conhece alguma dica para melhorar a qualidade do sono? Conte sua sugestão pra gente aqui nos comentários!

 

Previous Saiba sobre Desidratação corporal
Next Como a qualidade do sono influencia nas relações sociais?

MENU

Back