Apneia do sono: o que é e como preveni-la?


Saiba o que é e como prevenir a apneia do sono
Entenda o que é apneia do sono

Você provavelmente já ouviu falar sobre a apneia do sono, não é mesmo? Esse problema, que pode ocorrer em diferentes faixas etárias, ataca cerca de 30% de toda a população brasileira nos seus mais diferentes graus, prejudicando diretamente a qualidade de sono, o bem-estar, a qualidade de vida e a produtividade do indivíduo.

Para ajudar você a identificar se sofre com apneia do sono, falaremos aqui sobre os tipos existentes, as causas, os sintomas, os fatores de risco e como prevenir o problema. Continue a leitura e tire suas dúvidas!

Afinal, o que é a apneia do sono?

Considerado um distúrbio respiratório associado ao sono, a apneia do sono é um problema potencialmente grave para a saúde, uma vez que se manifesta pausando a respiração do indivíduo enquanto ele está dormindo. Existem dois tipos principais:

Apneia obstrutiva do sono (AOS)

Considerada o tipo mais comum, a apneia obstrutiva do sono se caracteriza por uma obstrução na via respiratória superior (na garganta ou no nariz), o que impede ou interfere na respiração. Durante o sono, uma pessoa que sofre com o problema emite o ronco ou sons que se assemelham a um sufocamento.

O problema é causado por razões estruturais, que podem envolver o formato do rosto (nariz, mandíbula e pescoço, por exemplo), inflamação de amígdalas, relaxamento dos músculos durante o sono (o que acaba obstruindo a passagem de ar), obesidade e estreitamento das vias respiratórias devido ao peso do pescoço.

Fique sempre atualizado!
Fique sempre atualizado!

Apneia central do sono (ACS)

Normalmente, as pessoas que possuem a apneia central do sono não roncam, e por isso, o problema passa despercebido. Os episódios acontecem quando o cérebro não transfere os sinais da respiração para os músculos, gerando dificuldades para dormir ou até mesmo, levando a pessoa a acordar com falta de ar durante a noite.

Aqui, a causa principal do problema é a insuficiência cardíaca, mas também é possível que ele ocorra devido um acidente vascular cerebral e outras doenças relacionadas ao cérebro, como infecção viral cerebral, tumor cerebral e doença respiratória crônica.

Quais são os sintomas do problema?

Geralmente, uma pessoa que sofre com apneia do sono apresenta sonolência e cansaço durante a noite. Também é possível notar respiração ofegante, sono agitado, dificuldade de concentração, insônia, esquecimentos, irritações frequentes e dores de cabeça matinais.

Quais são os fatores de risco?

Embora seja mais comum em homens acima de 50 anos, qualquer pessoa — inclusive as crianças — pode apresentar algum tipo de apneia do sono. É válido mencionar que existem alguns fatores de risco listados pelos profissionais de saúde, como excesso de peso, tabagismo, histórico familiar, alteração hormonal, congestão nasal, aumento de adenoides e amígdalas, além do uso exagerado de sedativos e bebidas alcoólicas.

Como prevenir a apneia?

Existem alguns fatores que ajudam a prevenir a apneia. Se você sofre com o problema, procure:

  • ter uma vida saudável, com uma alimentação equilibrada e com a prática de atividades físicas;
  • deixar hábitos prejudiciais à saúde de lado, como o tabagismo e o consumo de bebidas com álcool;
  • dormir na posição de lado e com um travesseiro entre os joelhos;
  • tornar o ambiente propício para o sono;
  • usar medicamentos apenas com a orientação de um profissional;
  • combater o excesso de peso.

Fique atento aos sinais do problema e, caso perceba algum dos sintomas listados aqui, procure um profissional. Lembre-se que tornar o ambiente propício para o sono, com travesseiros e colchões de qualidade, também ajuda a prevenir o problema, garantindo uma noite de sono de qualidade!

E você, já passou por alguma dessas situações? Conte aqui nos comentários e compartilhe sua experiência de apneia do sono com nossos leitores!

Previous Quais são os benefícios de um travesseiro lavável?
Next 5 dicas para dormir melhor no verão e aproveitar os dias

MENU

Back