Hormônio do sono: saiba 6 mitos e verdades sobre a melatonina


Hormônio do sono, conheça os mitos!
Hormônio do sono, conheça os mitos!

Conhecida como o hormônio do sono, a melatonina é produzida de maneira natural pelo organismo e é responsável por regular o relógio biológico de acordo com o período do dia, além de influenciar no bom funcionamento das funções metabólicas.

Acredita-se que o consumo em sua versão sintética pode funcionar como um tratamento para a insônia e outros problemas relacionados ao sono, como a indisposição e a falta de energia. No entanto, ainda existem alguns questionamentos que rodeiam os efeitos e benefícios dessa substância.

Pensando nisso, reunimos uma lista com algumas declarações mais comuns em relação à melatonina, e a explicação se são verdadeiras ou falsas, para que você possa tirar todas as suas dúvidas e dormir ainda melhor. Continue a leitura e confira!

1. A melatonina pode ser produzida naturalmente pelo organismo

Verdade. A melatonina é produzida na glândula pineal do cérebro durante o sono, equilibrando o ritmo cardíaco e a pressão arterial, estimulando a produção do hormônio do crescimento, reparando tecidos e músculos, participando da liberação de radicais livres e relaxando as retinas. Assim, quando os níveis de melatonina estão normais, pode-se descansar e dormir corretamente.

No entanto, quando há quadros de estresse, má alimentação, sedentarismo ou exposição intensa à luz artificial, os níveis desse hormônio caem e dão origem à insônia e outros problemas relacionados ao sono.

2. A produção do hormônio do sono atinge o seu ápice no período noturno

Verdade. Além de fechar os olhos, o fim do dia e a baixa luminosidade influenciam diretamente na liberação da melatonina, garantindo uma boa noite de sono e a devida reparação das células do corpo.

Fique sempre atualizado!
Fique sempre atualizado!

3. A melatonina é indicada para qualquer pessoa

Mito. O hormônio é indicado para pacientes que sofrem de insônia, já que ajuda o corpo a regular o sono durante a noite e a disposição durante o dia. Também podem ser beneficiadas com a melatonina as pessoas que fazem muitas viagens internacionais, pois ela trabalha na adaptação do organismo ao fuso horário local.

4. O hormônio do sono sintético não causa efeitos colaterais

Mito. O consumo excessivo pode trazer alguns problemas, como dores de cabeça, fadiga, confusão mental, sonolência pela manhã, irritabilidade e alteração na produção de alguns hormônios, como a prolactina, e que cessam com a suspensão do uso do produto.

Além disso, alguns pacientes mencionam uma maior produção de sonhos quando consomem o suplemento, e crianças podem ter um aumento nos pesadelos durante a noite.

5. A substância que estimula o sono pode ser encontrada em várias versões

Verdade. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) liberou, há dois anos atrás, a melatonina na versão manipulada, na forma de comprimidos, gotas, cápsulas ou spray nasal. No entanto, a administração e o horário de uso dependem totalmente da prescrição médica e do estilo de vida do paciente.

6. A melatonina também auxilia em outros problemas de saúde

Mito. Não há comprovação científica do uso da melatonina para outros problemas de saúde, como tratar tumores ou regular o humor. Além disso, doenças que causam alterações no sono, como problemas da tireoide, depressão e apneia deverão ser devidamente investigados para não atrasar o diagnóstico — e não tratados com esse medicamento.

Esses são os principais mitos e verdades que envolvem a melatonina. No entanto, para estimular a produção natural do hormônio do sono, o conforto na hora de dormir é essencial. Além de apagar a luz do quarto e evitar refeições pesadas à noite, investir em colchões e travesseiros certos e de boa qualidade garantirão noites cada vez mais tranquilas e restauradoras.

E aí, gostou de aprender mais sobre o hormônio do sono? Quer saber quais são os melhores produtos para deixar as suas noites ainda mais confortáveis? Então, não deixe de acessar o nosso site!

Qualidade do sono em várias fases da vida

Previous Conheça os aplicativos para dormir que vão melhorar o seu sono!
Next Descubra agora 3 bebidas que prejudicam o sono!

MENU

Back